sexta-feira, 3 de maio de 2013

Missões jesuíticas da Chiquitania, BOLÍVIA

San José de Chiquitos, San Rafael, San Miguel, Santa Ana, Concepción, San Javier e outras cidades - Dep-to. Santa Cruz

As missões de evangelização na Bolívia foram criadas pelas Ordens de São Francisco e de Jesus, com divisão não muito clara das áreas de responsabilidade. Mas justamente a segunda deixou uma herança mais rica, que foi reconhecida até como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Vários fatores conspiraram para isto, inclusive um relativo atraso na exploração das regiões planas no oeste, conhecidas com nome geral de Gran Chiquitania. As igrejas construídas nas últimas décadas antes de expulsão dos jesuítas das colônias logo passaram para outra forma de administração religiosa de forma pacífica, não houve guerras semelhantes às guaraníticas. Portanto, o gênero único das construções e a capacidade dessas de resistir ao tempo ficaram conhecidos mundialmente.

A específica desta região, coberta de forte vegetação e sem fontes de pedra para construção, definiu uma solução diferente: as estruturas foram feitas de madeira. Principais ideias de projeto e técnicas de obra trazidas da Europa passaram por necessária adaptação às condições locais, e aqui surgiu um novo estilo de templos católicos, normalmente credenciado ao padre suisso Martin Schmidt, principal arquiteto e mestre da obra desta época.


Os templos da Chiquitania caracterizados por linhas externas retas e claras (telhado de duas águas simétrico), com pintura colorida das paredes, de fundo claro, são inconfundíveis com outros e têm muita semelhança entre si. As diferenças são pouco relevantes, como uso de vigas retas, ou de arcos compostos, e o acabamento interno também abusa de madeira talhada, com porções consideráveis de banho de ouro.

(original: Wikipedia)

Além das seis missões registradas pela UNESCO como objeto No. 529 (citadas no título desta ficha) há mais mais tantas outras, inclusive 4 bem conservadas, porém com algumas alterações não autorizadas pela entidade. Como pode ser visto no mapa da Wikipedia, essas dez localidades dignas de visitação ficam ao nordeste da maior cidade boliviana - Santa Cruz de la Sierra, mas nem tanto próximo. De fato, formam um arco disperso na distância de mais de 200 km em linha reta até cada. Já o acesso por vias transitáveis pode ser bem mais longo. As cidades San Javier e Concepción ficam quase ao norte da Santa Cruz, a seguir, no sentido horário, há concentração de 4 missões, é o principal centro logístico nessa é a San Ignácio, capital da província Velasco.

Apesar de que há ônibus direto de Santa Cruz até maioria das dez missões mostradas neste mapa (e as demais são servidas via vizinhas), para vir do Brasil não é necessário passar pela movimentada capital do oeste boliviano. É mais lógico tomar como primeira referência a San josé de Chiquitos, a 380 km da fronteira Brasil - Bolívia. O caminho entre Corumbá - MS e Santa Cruz passa por aqui, portanto podemos aproveitar esta famosa ligação ferroviária Puerto Quijarro - Santa Cruz. E melhor ainda, recentemente a rodovia de 600 km foi pavimentada (com pista de concreto em alguns trechos e de asfalto em outros, tudo de primeira qualidade), e há bastante frequências de ônibus, partindo da mesma Puerto Quijarro, inclusive especiais até San José. É mais rápido, com horários mais apropriados e nada mais caro.

É possível também aproveitar o ponto de fronteira Brasil - Bolívia em Cáceres - MT / San Matias, a 700 km de Santa Cruz de la Sierra. O caminho para capital de departamento passa por San Ignácio de Velasco (310 km de fronteira, pela estrada de terra), Concepción, San Javier. As pequenas cidades San Miguel e San Rafael estão na estrada entre San Ignácio e San José, e atendidas por pelo menos duas frequências diárias de ônibus que conecta estas duas maiores. Além disso, há intenso e econômico serviço de táxi lotação entre San Ignácio e San Miguel (40 km). A minúscuila Santa Ana fica na mesma distância, mas no outro ramo da via San Ignácio e San Rafael, muito menos movimentado. As dificuldades de logística e de hospedagem deixa esta missão praticamente fora da nova rota turística.

Principais atrações na região das Missões (Gran Chiquitania) em Bolívia:
Missões jesuíticas de San José de Chiquitos, San Rafael, San Miguel, Santa Ana, Concepción, San Javier, San Ignácio e outras, 6 primeiras desde 1990 formam um objeto de Patrimônio da Humanidade (reconhecido em segundo lugar entre seis bolivianos da atualidade);
Museu histórico em San José de Chiquitos, junto à missão;
Parque natural e arqueológico Santa Cruz la Vieja, próximo a San José de Chiquitos;
Montanhas, trilhas e cachoeiras em Chosis, distrito de Roboré;
Turismo rural, festas regionais;

Relatos:
San Miguel de Velasco, nem mais, nem menos
San Rafael, onde tudo começou
Missão de San José de Chiquitos
Panoramas e escavações da Chiquitânia
No coração da capital de Velasco
Encantos de San Ignácio boliviana
No caminho para San Ignácio de Velasco, Bolívia
Pela Chiquitânia para fronteira

Mais fotos:
Álbum Picasa - Chiquitânia, BOLÍVIA - 2013
Álbum Facebook - Bolívia - 2013, Chiquitania

Links externos recomendados:
Descrição na Lista UNESCO - Missões jesuíticas de Chiquitos, Bolívia
Gran Chiquitania - site turístico
Wikipedia - Misiones jesuíticas de Bolivia (esp.)
Missão e museo de San José de Chiquitos - Coordenadas Wikimapia
Sítio arqueológico Santa Cruz la Vieja, San José de Chiquitos - Coordenadas Wikimapia
Mirantes na Serranía de San José, PN Santa Cruz la Vieja, San José de Chiquitos - Coordenadas Wikimapia
Missão de San Rafael de Velasco - Coordenadas Wikimapia
Missão de San Miguel de Velasco - Coordenadas Wikimapia
Missão de San Ignácio de Velasco - Coordenadas Wikimapia

Foto do autor
Atualizado 30.07.2013


...lista BOLÍVIA
...lista UNESCO: 48 Monumentos de Patrimônio de Humanidade em outros países da América do Sul
...página AMÉRICAS


2 comentários:

  1. Olá, vocês têm sugestão de agência de turismo que faça este percurso a partir de Santa Cruz?Para um casal de 60 anos, pesquisadores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe pela demora na moderação deste comentário, o aviso não funcionou. Também pretendo visitar duas das igrejas restantes deste objeto a partir de Santa Cruz na próxima oportunidade. Estava pesquisando e encontrei anúncio interessante - http://www.rosariotours.com/scz-misiones.html

      Excluir